San Andres – Colômbia, 2017

@cesardonato

@cesartdonato enfrentou o medo e descobriu um mundo novo quando finalmente #viajarsozinho .

“Apesar de já ter certa familiaridade com viagens, nunca tinha feito uma completamente sozinho. .
Em 2017, mesmo com frio na barriga, resolvi encarar meus receios e me mandei pra #colombia🇨🇴 .
A viagem se mostrou diferente das outras e uma experiência tão incrível que já repeti várias outras vezes. Você se abre para o novo, faz novos amigos, é verdadeiramente dono de si.

Acredito que o local tenha ajudado, pois a Colômbia é um país fabuloso! Desde sua história, natureza, povo, música, cores e sabores. Tenho as melhores recordações e recomendações deste oceano de cultura latina”.

New York – EUA, 2016

@naipelomundo

@nai_pelo_mundo realizou o sonho de conhever #newyork e com a melhor companhia de todas. Descubra:

“Minha experiência mais marcante como viajante solo foi aos 27 anos quando decidi aproveitar um stop over de 3 dias em NY, cidade que eu sempre sonhei  conhecer.  Foi andando sozinha no meio do caos que me dei conta de que viajar sozinha é sinônimo de liberdade! Traçar o próprio roteiro, tomar suas próprias decisões e fazer o que tem vontade é libertador! Me senti completamente feliz e capaz de realizar qualquer sonho na vida.

Acredito que o ponto mais importante para poder aproveitar uma viagem solo é curtir sua própria companhia e não ter medo de se sentir só. A melhor parte é poder dar voz aos seus desejos e fazer só o que realmente tiver vontade.

Quando falo que vou viajar e as pessoas me perguntam ‘vai com quem?’ Eu respondo sempre sorrindo e cheia de orgulho ‘vou sozinha!’ Mas acho que deveria responder ‘vou comigo mesma.

No meio do caminho sempre acabo fazendo bons amigos.  Alguns ficam pra sempre na memória e no coração… Mas gosto de pensar que a pessoa que viajou comigo (que no caso sou eu mesma) não volta igual… ela fica por lá e quem volta é uma nova versão: atualizada, renovada e realizada!”

Foto e relato @nai_pelo_mundo

Shangai – China, 2017

@alvaromartins

@alvaromartinss foi até a #china e se apaixonou. Confira como tudo aconteceu:

Republica popular da China, também conhecido simplesmente como China, é o maior país da Ásia oriental e o mais populoso do mundo, com mais de 1,38 BI de habitantes. Uauaaaa!

Em 2017 fiz minha primeira viagem a Shanghai sozinho e logo já fui colocando no papel tudo o que sempre sonhei conhecer lá no outro lado mundo. .
Esse país milenar guarda muitas histórias e culturas. Uma surpresa em cada canto, uma experiência a cada dia. A viagem é bemmmmm longa e ao chegar você irá ter um choque de tradições e costumes algo completamente fora do que vivemos no Brasil. (No meu ponto de vista pra melhor na maioria dos aspectos).

Vamos as dicas então?

– Você vai precisar de visto para entrar na China, com exceção de Hong Kong, Macau e Taiwan. .
– A China é um país muito seguro, não se preocupe as câmeras de segurança estão por toda parte e os polícias estão em cada esquina. .
– A melhor forma de se locomover é de METRÔ, Não tenha medo, quebre a barreira do idioma e seja feliz. Trabalhe com objetivos diárias e dedique-se a aprender. Descarte a opção de alugar carro pois o trânsito é intenso e muito cuidado com os taxistas eles estarão prontos para sugar seu dinheiro. .
– A internet é monitorada ou seja muitos sites são bloqueados já instale um bom VPN Antes de chegar e tenha paciência com a velocidade da internet por aqui. .
– A maioria das pessoas sempre me perguntam sobre a culinário e sim! É bem complicado mais mais não é o fim do mundo. Opte sempre por hotéis com café da manhã continental #ficadica e quando bater a saudade do arroz e feijão em pudong perto da torre pérola oriental tem uma churrascaria brasileira chamada LATINA (Guarde bem esse nome).

A China é um país encantador e eu sou suspeito para falar sobre. Venha com paciência para explorar cada lugar e não deixe de conhecer: centro financeiro, jardim Yu, nanjing road, mercado de pulgas, Disney (sim, tem um parque aqui), templos Yu garden e Jing’An Temple). Resumo da ópera: Conheça a China você irá se apaixonar por ela!

Nos envie sua história marcando #bomviajarsozinho no seu relato. Podemos postar no @bomviajarsozinho e estimular outros viajantes a terem essa #experiência .

Foto e relato por @alvaromartinss

Bali – Indonésia, 2018

@caiotravels

Pura simpatia. @caiotravels conta como é #bomviajarsozinho pra ele:

“Confesso pra vocês que na minha primeira semana mochilando no Sudeste Asiatico, achei que essa coisa de viajar sozinho não fosse pra mim.

Andava na rua e via os grupinhos de amigos, se divertindo juntos e me imaginava lá, com os meus… Mas hoje, posso falar com toda certeza, que vou fazer isso muitas e muitas vezes na minha vida! .
Aprendi que viajar sozinho é se abrir ao novo, é aprender a observar mais em sua volta, é ter uma mente mais aberta, é ter a liberdade de fazer o que quiser, é crescer de dentro pra fora e o mais importante: é amar sua própria companhia. .
A insegurança é algo COMPLETAMENTE NORMAL!! Não é a fácil se jogar por aí sozinho, em um lugar novo e com pessoas desconhecidas. .
Eu lembro exatamente do frio na barriga que estava quando entrei no avião. Mas eu te garanto: uma vez que você for, com coração e mente aberta para as novas aventuras, você vai se sentir bem, bem com VOCÊ mesmo. E essa sensação não tem preço…

Sempre me perguntam como eu criei coragem para se jogar em uma viagem dessa, e sabe? Eu nunca de fato criei essa coragem, eu fui com medo mesmo, mas fui! E pode apostar que é dando esse passo que você vai ser abrir para experiências transformadoras”!

Se ele ta falando, acredite. É mesmo tudo isso.

Marque #bomviajarsozinho e nós vamos publicar sua história.

Foto e relato @caiotravels

Buenos Aires – Argentina, 1998

@estevampelomundo

@estevampelomundo é um amante de viagens que se tornou profissional dessa área e inspira milhares de outros viajantes, como ele mesmo nos chama, a explorarem esse mundão.

Como profissional de viagens, que nos dá milhões de dicas, ele viaja muito sozinho. Além dos seus seguidores como companhia via redes sociais, ele conhece um montão de gente por onde passa:
“Faço amigos locais que a internet e os acasos da vida me presenteiam. Sigo viagem solo, mas nunca sozinho. Dizem que se um viajante sai a explorar, mesmo que sem companhia, se sair com todo coração, jamais estará sozinho”. .
A foto é do @estevampelomundo em #buenosaires a primeira viagem que ele pagou inteira com a grana vinda de 1 ano de planejamento dando aulas de inglês.
Ele é ligado no 220v, profissional, divertido e pelo visto mega #determinado

Foto e relato @estevampelomundo

New York – EUA, 2016

@uebert

Em 2016 pude realizar mais uma viagem para os #eua mais especificamente #nyc . Nessa oportunidade fui na condição de #turista , pois já havia feito uma outra viagem em 2013 como estudante e não pude aproveitar tudo o que #novaiorque tem para oferecer.

Então em 2016 pude percorrer vários pontos turísticos da #bigaplle , além é claro de dar uma passadinha na ilha em que se encontra a Estátua da Liberdade. O frio intenso e menos de 0 grau não foi suficiente para “barrar” meu desejo de ver a Estátua.

Foto e relato do @uebert

São Paulo – Brasil, 2007

@tonnfernandes3

A primeira vez que pisei em #sãopaulo eu estava sozinho esticando uma viagem de trabalho a #itu . Como estava “próximo” não poderia deixar de conhecer a maior #cidade do #país . Claro que minha casa naqueles dias seria na #avpaulista a mais conhecida de quem não conhece #SP .

Estava em um bus comum e resolvi pedir ajuda a uma pessoa para saber o ponto exato onde descer, em menos de 1min o ônibus inteiro estava imbuído em me ajudar. Esse tipo de cena é comum em SP, as pessoas tem orgulho do seu tamanho, da sua imensidão e gostam de celebrar demonstrando que sabem desvendar caminhos e apontar direções, proferindo com intimidade o nome das suas ruas, bairros, marginais e tudo o mais.
Essa cidade é incrível.

Foto e relato @tonnfernandes

São Paulo – Brasil

@migueljoao

Ir pra #SP nunca foi muito minha praia. Sempre achei uma cidade nada acolhedora e imaginava que iria sumir naquele mar de gente. Hahah
Mas nessa última #viagem que fiz, #sozinho , dono das minhas próprias decisões, posso considerar como minha verdadeira ida à #pauliceiadesvairada.

Tudo tinha outro tom, outra vida, tinha alma! Eu pude conhecer lugares incríveis e pessoas mais incríveis ainda! Fiz #tour por cafeterias, aprimorei meu gosto por esse vício. Frequentei lugares diferentes de tudo que já tinha conhecido… Sem falar da experiência de ter ido pro meu primeiro festival de música! O #lollapalooza
Se quero voltar? LOGO! Se indico?!? SEMPRE! E sim, existe amor em SP!

Foto e relato de @migueljoao

Cracóvia – Polônia, 2016

@arthurnogueira.jpg

#viajarsozinho é uma #experiencia que recomendo a todos, porque ensina sobre autossuperação e o #autoconhecimento . Em setembro de 2016, estive na #alemanha , incluindo uma rápida passada por #munique e pequenas viagens à #inglaterra e à #polonia . Fui de #berlim para a Cracóvia de ônibus, em um percurso de cerca de oito horas.

De todos os lugares em que já estive, a Cracóvia foi o mais desafiador. Em meio à sua imensa beleza paira uma dureza histórica, que nos confronta a todo momento, de diversas maneiras. Conheci um Polonês de 25 anos, chamado Piotr, que me disse madura e tranquilamente, depois de me ouvir falar sobre sentimentos assim: “life is brutal.” Sim. E na Polônia fiz viagens profundas para dentro, experimentando o prazer, enquanto caminhava pelas ruas de pedra cercado de flores e verde, e a dor de nossa condição humana, enquanto era engolido pelo pó e a ausência de cor do campo de concentração de #auschwitz

Foto e relato de @arthurnogueira